Guia de Sobreviviência - Restaurante de Dim Sum (o que pedir e onde comer?)

terça-feira, abril 04, 2017



Todos sabem já o que é um dim sum certo? Mas qual é a sua história? Como pedir? E quais os melhores restaurantes?

Os restaurantes originais de dim sum nasceram em Cantão e eram pequenos estabelecimentos junto à estrada onde os trabalhadores paravam para descansar e beber chá. Com o passar do tempo, criaram-se  pequenos pratos para acompanhar o chá.

Em Hong Kong e Macau, os dim sum começam a ser servidos desde as seis da manhã, sendo tradição as pessoas mais velhas reunirem-se depois do pequeno-almoço para comer dim sum. Ao fim-de-semanas as famílias também se costumam reunir para almoçar dim sum.



Os dim sum são pequenas porções de comida servidas em cestos de bambu ou em pequenos pratos. Este tipo de almoço é melhor quando partilhado com amigos ou familiares para se poder pedir vários tipos de dim sum. Os dim sum são geralmente acompanhado com chá (eu gosto do chá de jasmim ou oolong), daí este tipo de refeição chamar-se yam cha (literalmente "beber chá"). 

Se nunca experimentaram e quiserem fazê-lo comecem pelos mais populares. Se já experimentaram mas não sabem pedi-los, deixo-vos também o nome em mandarim/cantonense. Podem também mostrar as fotos  deste post. Adoro dim sums e até agora apenas conheci uma pessoa que não gostou de nenhum destes: 

- Dumpling de camarão  蝦餃; xia jiao; ha gaau:  cozido a vapor e recheado com camarão



- Shaomai 燒賣; shaomai; siu maai: cozido a vapor recheado com porco, camarão, gengibre e cebolinha. Geralmente em cima colocam ovas de caranguejo



- Xiao long bao 小籠包; xiaolongbao; siu luhng baaucozido a vapor, recheado com carne e com um caldo muito saboroso



- Spring roll 春捲; chunjuan; cheun gyun: crepe frito recheado com vegetais como cenoura, couve, cogumelos e por vezes carne



- Rolo de massa de arroz  腸粉; changfen; cheungfan: noodles de arroz cozidos a vapor, enrolados e recheados com carne ou camarão e vegetais e servido com molho de soja

Ok, o aspecto pode ser um pouco duvidoso mas muita gente gosta. Eu não sou grande fã


- Pão de porco assado 叉燒包; chashao bao; chasiu baau: recheado com porco assado. Pode ser cozido a vapor, sendo branco e fofo. Se quiserem antes que seja cozido no forno até ficar dourado então peçam antes por 叉燒餐包; chashao can bao; chasiu chaan baau






- Pão doce (são geralmente a sobremesa) 奶皇包nai huan bao; lai wong bau: recheado com um creme geralmente feito com ovos, açúcar, manteiga, amido de milho, leite e leite condensado.



Estes também gosto muito mas não são tão conhecidos:

- Dumpling de taro 芋角yu jiao; wuh gok:  dumpling frito com taro, porco e cogumelos



- Dumpling de nabo 蘿蔔酥; luo bo su; lo baak sou: dumpling onde o nabo é envolto em massa folhada frita

Atenção que eu não sou fã de nabo por isso se digo que gosto é porque são mesmo bons :-)


Os chineses também apreciam muito coisas como esta (as quais dispenso :-p):

Patas de galinha

DICAS:
- nos restaurantes de dim sum junto ao prato costuma haver dois sets de fai chi (ou pauzinhos). Um deles é usado apenas para retirar os dim sum do cesto de bambu ou do prato e o outro é usado para comer. Se não sabem comer com pauzinhos, peçam talheres ao empregado de mesa.
- sirvam sempre chá às outras pessoas na mesa, antes de encherem a vossa chávena. Se a pessoa que estão a servir estiver do vosso lado lado esquerdo, a vossa mão direita deve ser usada para segurar no bule e vice-versa. Se quiserem que o empregado encha o bule, deixem o bule destapado e a tampa na mesa.
- procurem marcar mesa para o meio-dia que é quando há mais gente e os dim sum são feitos na hora.

SABIAM QUE?
Se prestarem atenção verão as pessoas a bater três vezes com os dedos na mesa para expressar gratidão quando alguém lhe serve chá. Este ritual começou com um imperador da dinastia Qing (1644-1911) que gostava de viajar e de se fazer passar por uma pessoa do povo. Numa ocasião, o imperador estava numa casa de chá com os seus oficiais e chegou a sua vez de servir o chá. Os seus oficiais não podiam aceitar essa honra sem dizer nada, mas também não podiam expressá-la sem revelar a identidade do imperador. Em vez disso, bateram três vezes com os dedos na mesa, uma para representar uma vénia com a cabeça e as outras duas os dois braços prostrados em adoração.

MELHORES SÍTIOS EM MACAU PARA COMER DIM SUM:
Portas do Sol, Hotel Lisboa: é um dos mais antigos, a sala não é propriamente acolhedora mas os dim sums são na minha opinião dos melhores em Macau e o preço é muito acessível.
Lei Garden, Venetian: o espaço é um pouco barulhento mas os dim sum são deliciosos e os preços continuam a ser bastante acessíveis. O "crispy pork" deles é sensacional.



The Eight, Grand Lisboa: com um interior lindíssimo e intimista, é sem dúvida um dos meus preferidos. Tem mais de 50 dim sums, desde os mais tradicionais a outros com um toque mais criativo. Este ano ganhou a terceira estrela michelin. Senão: muito difícil arranjar mesa! Bem mais caro que os outros dois...

MELHORES SÍTIOS EM LISBOA PARA COMER DIM SUM:
- Grande Palácio Hong Kong:  a comida é o mais genuína que consegue ser desse lado do mundo. Não esperem uma sala lindíssima, o que conta são os dim sums. Já abriu também no Porto :-)
Dim Sum: fica ao pé do Parque dos Poetas, em Oeiras, e vem recomendado pela nossa colaboradora Isabel que viveu muitos anos em Macau, por isso só pode ser bom! :-). A sala é bem mais agradável que a do primeiro restaurante, grande, com luz natural e mesas espaçadas.

P.S - por favor não chamem aos dim sum "raviolis chineses" :-p

Para updates diários, façam like no Facebook do 6800milhas AQUI ou sigam-nos no Instragram @6800milhas. Se quiserem entrar em contacto connosco, por razões pessoais ou parcerias, enviem-nos um email para 6800milhas@gmail.com.

You Might Also Like

2 comentários

  1. Näo és muito fä de cheungfan?! Mas... mas.. mas... säo os melhores!!!!

    ResponderEliminar