Diário Fotográfico Amesterdão - Dia 2

segunda-feira, junho 12, 2017

DIA 2
Amsterdam ArenA, Stedelijk Museum e Van Gogh Museum


Infelizmente no meu segundo dia em Amesterdão, não consegui ver grande coisa (e nem tirei muitas fotografias). Os rapazes aproveitaram que tínhamos o I amsterdam city card para fazer uma visita à Amsterdam ArenA. O meu marido tem um fascínio por conhecer estádios de outros clubes, e claro, eu vou sempre de arrasto. Posso dizer que este estádio não me cativou. Não é muito bonito, o museu não é nada de especial e o guia ainda disse que não conhecia o Eusébio (OK, eu como benfiquista senti-me ofendida, ahah. Mas quando chegámos ao museu, estava lá uma publicação antiga com a imagem do Eusébio, portanto, calculei que o senhor estava simplesmente a gozar connosco). Bom, de qualquer das formas, deu-nos os parabéns por termos sido campeões europeus, haha.
Perguntei ao marido o que é que ele tinha achado da visita, e ele respondeu que o guia era simpático, que a visita estava organizada, mas que o estádio não é dos mais bonitos que já viu. Também me explicou porque é que o museu não é muito grande: porque estes clubes como não têm outras modalidades, acabam por ter pouca coisa para expor, comparado com outros que têm mais troféus de outros desportos.


















AMSTERDAM ARENA:

Site Oficial
Como ir: nós fomos de metro (descer na estação Amsterdam Bijlmer ArenA)
Horário: das 10h30 às 16h30
Preços: grátis com o I amsterdam city card | online: 14,50€ | no local: 16€


Quando comprámos o I amsterdam city card, o grupo decidiu que iríamos ver o máximo de atracções possíveis (as gratuitas). Tendo em conta que perdemos a manhã a ver o estádio do Ajax, e que ainda andámos pela zona a ver uns shoppings e a almoçar, decidimos que a tarde ficaria a cargo de dois museus da nossa lista de interesses. Dirigimo-nos então para o bairro dos museus (Museum kwartier), onde existem as famosas letras I AMSTERDAM. O primeiro grande edifício que encontrámos foi o famoso Museu Rijksmuseum (que infelizmente não fomos, porque o nosso grupo não quis gastar dinheiro, e porque pelas informações que vimos na Internet, precisaríamos pelo menos de umas 3 horas - no mínimo - para poder ver o museu com calma).

No entanto, parámos em frente às letras (recheadas de turistas) e tirámos algumas das fotografias da praxe. Seguimos em direcção ao Stedelijk e de seguida ao Museu Van Gogh. O primeiro fiquei um pouco decepcionada, porque estava à espera de encontrar muita variedade de arte moderna, e não vi grande coisa. Ou apanhei uma má altura, ou escapou-me alguma parte do museu. Na verdade, não aconselho a irem em grupo quando querem tirar muito partido dos museus. Vai ser complicado estarem ao vosso ritmo, a parar, a observar e a tirar fotografias. O segundo estava incrivelmente cheio, o que me fez perder alguma vontade de estar lá dentro (tanto que nem tirei fotografias por já estar muito cansada). Espero um dia poder passar por lá de novo para conseguir ver com mais calma.  De qualquer das formas, aconselho a passarem pelos dois e desfrutarem das obras de arte que neles encontram (e tentem usar sempre o áudio guia, porque ajuda bastante a compreender e a movimentarem-se pelos museus - só percebi isso um dia depois noutra visita a outro museu).

VAN GOGH MUSEUM:

Como ir: existem vários trams que para ao pé: 2, 3, 4 e 12.
Horário: das 9h00 às 17h00 | sexta até às 22h
Preço: 17€| grátis com o I amsterdam city card

STEDELIJK MUSEUM:

Site Oficial
Como ir:
Horário: das 10h00 às 18h00 | sexta até às 22h
Preço: 17,50 € | grátis com o I amsterdam city card

Podem ver o Diário Fotográfico Amesterdão - Dia 1: AQUI.
Para outras fotografias da viagem, sigam o nosso instagram @6800milhas

Todas as fotografias foram tiradas por mim e não podem ser reproduzidas sem autorização.

Para updates diários, façam like no Facebook do 6800milhas AQUI ou sigam-nos no Instragram @6800milhas. Se quiserem entrar em contacto connosco, por razões pessoais ou parcerias, enviem-nos um email para 6800milhas@gmail.com.

You Might Also Like

1 comentários

  1. Mesmo assim gostei do Stedelijk e o ambiente à volta parece ser muito giro.

    ResponderEliminar