5 destinos do sudoeste asiático a não perder

quarta-feira, dezembro 21, 2016

Podia fazer uma lista muito mais longa pois o sudeste asiático é uma região lindíssima mas para vos facilitar a difícil escolha reuni aqui aqueles que para mim são destinos a não perder (sem ordem de preferência). Venham ver:





1- BALI - Indonésia

Bali tem um pouco de tudo: desde praias famosas para fazer surf até florestas tropicais passando por templos e palácios, campos de arroz e arte. É isto que distingue Bali dos restantes destinos.

Além disso, a qualidade/preço dos hotéis é imbatível. Pelo mesmo que se daria num hotel de 3 estrelas noutro país é muitas vezes possível ficar em boutique hotéis lindíssimos de 5 estrelas. As private villas têm um custo bastante razoável, muito inferior por exemplo às da Tailândia.

Passeiem por Uluwatu à tarde e aproveitem para assistir a uma dança tradicional, vejam o pôr-do-sol no templo de Tanah Lot, descontraiam no Rock Bar ou jantem em Jimbaran (nada melhor do que comer bom marisco com os pés enterrados na areia), visitem os templos de Besakih ou de Pura Ulun Danu Bratan, admirem os campos de arroz de Tegalang e comprem um quadro em Ubud (mas não façam como eu que ia comprar um quadro a pensar que o preço estava na moeda local e afinal estava em USD!), aventurem-se pelo Mount Batur, experimentem participar numa cooking class, deliciem-se com a comida, divirtam-se no Ku de Ta e se tiverem tempo dêem um salto às Gili. Preciso de dizer mais?








Mas acima de tudo relaxem, vão com tempo suficiente para aproveitar, porque as filas de trânsito em Bali podem tirar qualquer um do sério. Ainda me lembro da reacção do condutor que contratamos no primeiro dia quando lhe mostrei o que queria ver: um sorriso seguido de "Se conseguir ver metade já vai com sorte!" :-p

2 - BORACAY, BOHOL ou EL NIDO - Filipinas

As Filipinas têm um lugar especial no meu coração por conta do pôr-do-sol. Nunca na minha vida vi um pôr-do-sol tão bonito como nas Filipinas. Além disso, para mim, o país tem das melhores praias da região: areia branquinha e mar azulinho clarinho. Absolutamente paradisíacas. As pessoas podem não parecer tão simpáticas como na Tailândia mas são, na minha opinião, mais genuínas.





Boracay é mais turística mas a praia continua a ser maravilhosa (White Beach é uma das minhas praias preferidas). A primeira vez que lá fui (há muitos anos) havia poucos hotéis e restaurantes mas também poucos turistas. Agora a situação inverteu-se!



Bohol é menos conhecida, o que implica em contrapartida não ter ainda tantas infra-estruturas, mas tem a vantagem de ficar muito perto dos chocolate hills e de ser a terra do Tarsier, um bichinho muito pequenino mas muito amoroso.




Ultimamente ando a pensar ir até El Nido. Era para ter ido este ano mas não se concretizou. É outro destino a ter em atenção. Só não se queixem das seis horas de carrinha para lá chegar (há um voo charter mas enche rapidamente).

3 - HANOI, HOI AN e HUÉ -Vietname

Apaixonei-me pelo Vietname, em primeiro lugar pela comida, barata e deliciosa, à venda até nas tascas de rua e mercados. Pho, uma sopa de noodles, conquistou-me logo. E partir daí, acho que não houve nada que tivesse provado que não tivesse gostado, com todas as refeições acompanhadas de ervas diversas e muito frescas.

Ho Chi Min é paragem obrigatória pela história tumultuosa e complexa do país, mas eu não gostei particularmente da cidade, achei-a demasiado caótica. Não ajudou claramente o facto de ter chegado num dia de tufão (o avião andou às voltas no ar e pensei que a minha vida acabava ali, mas afinal só deitei as tripas cá para fora...), de os táxis estarem a fazer preços exorbitantes e de terem tentado fugir com a nossa mala, ou de o hotel ter cobrado no cartão de crédito 7000 HKD/700 euros de reserva para possíveis estragos no quarto que só foram "libertados" 1 mês depois da minha chegada a Macau.

Gostei muito mais de Hanoi, acho que é uma cidade interessante e que tem sítios lindos para visitar. Já para não falar de ser óptimo para fazer comprinhas, perdi-me completamente nos mercados. Além disso fica pertíssimo de Halong Bay, que é claramente um sítio a não perder e património da UNESCO.




Mas o melhor do Vietname para mim é mesmo Hué (cidade antiga e túmulos dos imperadores) e Hoi An, não só porque fica perto de Danang onde há boas praias, como porque é um sítio encantador (picture perfect, diria). Em menos de 24 horas fiquei com um casaco vietnamita, com um toque moderno, que adoro e que ainda hoje uso.





4 - SIEM RAEP - Cambodja





Angkor Wat é a principal razão para visitar Siem Raep. Assistir ao nascer do sol em Angkor, em tons de azul e roxo, é uma experiência que nunca vou esquecer. Vale a pena perder pelo menos dois dias a explorar Angkor, cada templo é diferente do outro mas todos são impressionantes. É impossível escolher um mas Bayon, o templo principal, é de facto um dos que mais gostei.





5 - LUANG PRABANG, Laos




Bom, há amigos meus que contestariam a sua inclusão nesta lista, dizendo que é um local aborrecido em que nada se passa.

Mas o que me atraiu em Luang Prabang foi precisamente isso, o ritmo calmo de vida, os edifícios coloniais franceses ao lado de templos e a vida ao longo do rio Mekong. As Tad Sae Waterfall são por si só uma razão para visitar Luang Prabang. Dá inclusive para nadar por isso não se esqueçam do fato de banho. Algo que também fizemos foi uma visita ao mercado seguida de uma cooking class. A aula tornou-se num convívio extraordinário com pessoas de todas as nacionalidades, os nosso dotes culinários é que à data não eram muitos. Tendo em conta que no final comemos aquilo que cozinhamos, aquilo que posso dizer é que os pratos do chef estavam bem melhores. Mas as receitas são simples e tudo o que precisam é de um wok.







***

Então, então mas e a Tailândia? Bem, eu gosto bastante da Tailândia. As pessoas são simpáticas, tem boas praias, os preços são acessíveis. Mas...a maior parte dos sítios tem tantos turistas por metro quadrado que se torna chato...Filipinas tem praias melhores. No Vietname e em Bali a comida é, a meu ver, melhor...No fundo, depende muito do que procuram. 

E adivinhem onde é que eu estou agora? Não fazem ideia? Em Bali! Espreitem o nosso instagram, estou a filmar tudo para as stories :-)

Nota: Todas as fotos são minhas e não deverão ser reproduzidas sem autorização


Para updates diários, façam like no 6800milhas AQUI ou sigam-nos no Instragram @6800milhas. Se quiserem entrar em contacto connosco, por razões pessoais ou parcerias, enviem-nos um email para 6800milhas@gmail.com

You Might Also Like

8 comentários

  1. <3 Pho <3 Quero muito ir a Bali e ao Cambodja. Aliás, quero ir a todo o lado... Devia haver uma foto de Pho <3 <3 <3

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois devia mas por incrível que pareça não a encontrei. Para a próxima não escapa :-)

      Eliminar
  2. Opah que inveja!!! Gostava tanto de ter a oportunidade que tens de viajar pelo continente asiático. Tudo me fascina. E o facto de tudo ser fotografável é maravilhoso. Espero um dia poder visitar nem que seja metade dos sítios que colocaste nesta lista. E espero poder fazê-lo junto ctg ahah :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh, isso seria fantástico! Vem mas é para cá :-)

      Eliminar
  3. Uau, estas fotografias de cortar a respiração têm muito que se lhe diga :O Eu nem sou a pessoa mais fanática por viajar, confesso, mas fiquei realmente curiosa com os destinos. E com o Pho :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado :-) Eu se pudesse largava tudo e passava a vida a viajar. eh eh eh

      Eliminar
  4. Olá, para ir em Julho recomendaria Bali ou Filipinas? Obrigada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá. Recomendaria Bali pois é dry season. Entre Abril e Setembro é óptimo para ir a Bali. Para as Filipinas é exactamente o contrário, Julho é época de chuvas!

      Eliminar