12 coisas que nos tiram do sério - na via pública

segunda-feira, dezembro 05, 2016


Parece que houve por aí muitos interessados no nosso post das 10 coisas que nos tiram do sério - no ginásio. Como só queremos o vosso bem, aqui vai mais um post sobre o nosso mau, ups, bom feitio lol
Desta vez trazemos algumas das coisas que nos tiram do sério na via pública.





1) Pessoas paradas ao pé das passadeiras
E que não querem passar a estrada. Se há coisa que eu odeio mais do que uma pessoa a passar as passadeiras lentamente (os velhinhos não contam), são pessoas que estão ao pé da passadeira e nos fazem parar o carro, mas depois acenam como "avance, avance. Eu só estou aqui parado porque sou parvo e gosto de chatear os condutores".


2) Pessoas que vão na faixa do meio
São passadas por carros do lado esquerdo e direito, e mesmo assim não entendem que NÃO DEVEM ESTAR NA FAIXA DO MEIO A PISAR OVOS. Por amor da santinha. Disseram que as multas iam ser mais pesadas, que até iam tirar pontos da carta de condução, mas o que é certo é que estes toinos continuam a fazer das deles.

3) Os chicos espertos que gostam de furar a fila
Adoro quando estou horas numa fila para sair da auto-estrada (ou entrar na auto-estrada), e quando chego lá à frente, só vejo carros no lado esquerdo a querer furar a fila. Miguxos, vão fazer isso com outro. Eu colo-me o mais possível ao carro da frente para não deixar passar ninguém. A fila é para respeitar.

4) Sensores de velocidade que só servem para lixar quem não devem
Quando há daqueles sensores de velocidade controlada, que não servem para parar quem vai a abrir. Por norma, esses sensores são tão bons, que o sinal só fica vermelho depois do carro que está em excesso de velocidade passar o sinal. Ou seja, quem se lixa é sempre o mexilhão

5) Pessoas que não têm pressa para nada
OK. Não precisam acelerar, mas também não precisam andar a 30km/h. Não posso com pessoas que vão a dormir na estrada.


6) Pessoas que não fazem pisca
Quando estás à espera para entrar numa rotunda, e os carros não fazem pisca para sair no sítio onde estás. Fico ali feita parva à espera quando já podia ter entrado na rotunda e ter ido à minha vida.




1) Parar nas passadeiras e o carro que vem atrás de mim começar a apitar
Amigos eu sei que aqui não é hábito parar nas passadeiras mas se eu parei não foi simplesmente para ver a paisagem. Por incrível que pareça há mesmo pessoas a tentar atravessar. E não não me tentem ultrapassar, é assim que o Carmagedon começa. Não admira que os peões olhem para mim como se eu fosse um anjo: "Quem é este belo ser que em Macau parou para eu passar? O que aqui também há condutores civilizados? Não foi isso que me contaram! :-p"
Um amigo meu tem pior sorte do que eu, já lhe bateram duas vezes quando ele parou na passadeira. E ainda tiveram a lata de dizer ao polícia "mas ele parou de repente..."

2) Peões que não atravessam na passadeira
Sim, em Macau o típico peão é aquele que eu chamo do "peão suiçida". Mesmo que a passadeira esteja a menos de 5 metros, atravessam fora da passadeira. E não pensem que canteiros no meio da via os vão deter. Não senhora. Andar 5 metros nem pensar. Saltar canteiros e outros obstáculos: É com eles! O mesmo se aplica a passagens superiores ou inferiores: não sabem o que isso é...Já para não falar daqueles que desatam a correr exactamente quando vêm um carro.

3) Falta de civismo
Aqui em Macau os condutores quando notam que estamos a fazer pisca não nos deixam passar. Se tentamos, apitam-nos. No início o Daniel dizia-me "Tu atiras-te logo?" e eu expliquei-lhe que segundo o meu instrutor deveria fazer o pisca e avançar. E ele "Não acho bem, não acho nada bem". Agora já percebe o porquê. Aliás, eu diria mesmo que o melhor é nem fazer o pisca, não queremos que eles descubram as nossas intenções, só nós é que temos que saber para onde temos que ir :-p Mas Catarina e se nos baterem? Não há problema, eram eles que iam depressa demais porque não conseguiram parar no espaço livre e visível à sua frente...

4) Condutores que nunca aprenderam como conduzir numa rotunda
Não interessa se querem sair na primeira, segunda ou terceira saída. Conduzem como lhes dá mais jeito e depois causam o caos e o trânsito caótico que se vê na hora de ponta. Não vale a pena apitar, gesticular, irritarmo-nos. Porque eles literalmente não percebem o que fizeram de errado. 



5) Polícias que ignoram infracções ao trânsito 
O que acontece é que os senhores agentes usam todos óculos de sol e fingem ignorar o que se passa, mesmo em frente ao seu nariz porque dá muito trabalho ou não foi para isso que foram destacasos nesse dia. A título de exemplo, junto ao Galaxy estão estacionados uma série de autocarros (de casinos, excursões, etc) todos os dias ao fim da tarde, que perturbam o trânsito e que por um triz ainda não causaram acidentes. Algum problema? Claro que não...Mas pode-se estacionar ali Catarina? Não só não se pode estacionar, como nem se pode parar, é uma avenida e a linha amarela é contínua. A maior parte das vezes há dois ou três agentes na rotunda a controlar o trânsito! E não se lembram de ir multar os autocarros, responsáveis por parte desse mesmo trânsito?! 



Já as pobres pessoas que tiveram que deixar o carro para ir trabalhar/ao médico/etc e que apesar de terem estacionado num sítio não permitido não estão a perturbar o trânsito não se escapam de uma multinha. 

6) Motas...Motas por todo o lado que ultrapassam ora pela direita ora pela esquerda
Em Macau há muitas, muitas, muitas motas. Tipo zombie apocalypse versão motas. E enfiam-se por onde dá, seja pela esquerda, pela direita, não interessa. O que mais me irrita é quando estou a fazer sinal para a esquerda, para entrar no parque de estacionamento, e a mota ultrapassa pela esquerda (quando o deveria fazer pela direita), eu quase lhe bato, e o condutor ainda me começa a fazer cara feia. 




De certeza que muitos de vocês se identificam com estes tópicos, certo? Já houve alguma situação que vos tivesse tirado MESMO do sério? Contem-nos tudo =)
Ah! E aqui do lado esquerdo está uma imagem de uma coisa que eu (Kat) faço muito quando apanho este género de pessoas na estrada, ahaha.



Para updates diários, façam Like no 6800milhas AQUI ou sigam-nos no Instragram @6800milhas. Se quiserem entrar em contacto connosco, por razões pessoais ou parcerias, enviem-nos um email para 6800milhas@gmail.com

You Might Also Like

4 comentários

  1. Pah, é isso mesmo!!! Sem tirar nem por! Os bardaestercos dos polícias só passam multas de caca quando nem notam o mundo a acabar à frente deles! Que nervos de pessoas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É uma das que mais me tiram do sério Carlisabel :-p

      Eliminar
  2. Haha, é bem verdade! As tendências das pessoas passam para a estrada. O pessoal fura filas é o mesmo que no supermercado 'não repara' que tem gente à frente :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai aqui em Cascais o pessoal até põe os carrinhos a marcar o lugar na fila. Ridículo lol Mas também gostam de furar. Então quando têm apenas um produto, acham-se nesse direito.

      Eliminar